Palavras da cúpula

Hilario Silva Neto, Palavras da Cúpula fevereiro, 2017

Ano novo, novas emoções. Podemos dizer que estamos no limiar de novos rumos, novos desafios, novas lutas, dentro de um panorama difícil na conjuntura econômica de nosso país. O povo brasileiro torce fervorosamente por uma solução que propicie um novo ciclo de crescimento, com a consequente melhoria em sua qualidade de vida.

A diversidade de opiniões é uma das qualidades da democracia, mas a experiência nos ensina que nem sempre nossas convicções refletem a realidade ideal, pois, sub-repticiamente, somos levados a nos deixar influenciar pelo abundante bombardeio de informações que recebemos, por meio de mídias facciosas, que têm interesses dos mais variados, ou de redes sociais, com seus radicalismos conhecidos.

Assim, devemos apurar o nosso bom senso, com uma análise imparcial que nos leve a separar, como se diz por aí, o joio do trigo.

Há críticas generalizadas a todos os governos: federal, estadual e municipal. À exceção do estadual, temos governantes, ainda em início de gestão, procurando, dentro das limitações que a atual situação econômica impõe, resolver os males decorrentes da recessão, que, por óbvio, acarreta queda de produção e, consequentemente, desemprego. Não é uma tarefa fácil.

No âmbito municipal, onde vivemos nosso dia a dia, tivemos a eleição do senador Marcelo Crivella, engenheiro de formação, para prefeito de nossa cidade, que já não é tão maravilhosa assim.

Estamos torcendo por um sucesso do nosso novo chefe do poder executivo municipal, que, sem sombra de dúvida, terá muito trabalho pela frente.

Boa sorte, prefeito.