Cariocando.

  • agosto, 2012. Turbulência

    Andar de avião, para muitos, é um martírio. Eu, há pouco tempo, achei uma forma […]

  • agosto, 2012. Casa de Ferreiro

    Casa de ferreiro, espeto de pau! Nestas minhas andanças pelo Brasil, excursionando com a comédia […]

  • julho, 2012. Contrações musculares

      Viajar é bom. De férias, melhor ainda. Voltar é melhor. Rever a casa, os […]

  • outubro, 2011. Casa de ferreiro, espeto de pau!

    Casa de ferreiro, espeto de pau! Nestas minhas andanças pelo Brasil, excursionando com a comédia […]

  • junho, 2002. Peixe morre pela boca

    Pois bem! Estava eu, tarde dessas, na Prainha, relaxando um pouco. Junto ao quiosque, outras […]

  • maio, 2002. Longe dos olhos…!

    Nem sempre inventar histórias é tarefa fácil. Há ocasiões em que o que lhe vem […]

  • abril, 2002. A cartomante

    Tinha ido ao supermercado para abastecer a geladeira. Saiu com um uísque debaixo do braço […]

  • março, 2002. FICAR…

    Tudo começou num shopping. Ele, parado diante de uma vitrine, olhava fixamente para os relógios […]

  • fevereiro, 2002. REALIDADE E FANTASIA

      Ele: velho-68 anos; ela: jovem-28! Ele não era propriamente o homem que preenchia a […]

  • novembro, 2001. MUDAR!

    Verbo transitivo direto – Remover, substituir, transferir. Transformar, converter, tomar-se diferente do que era. Fugir, […]

  • outubro, 2001. Bodas de prata

    Pegou o vestido preto, já surrado. O único que possuía para ocasiões  especiais. Na verdade, […]

  • setembro, 2001. VIVENDO NO ESCURO

    Tudo ia bem na minha casa. Tinha recém-inaugurado dois pontos de luz, junto ao portão, […]

  • agosto, 2001. QUE SEJA INFINITO ENQUANTO DURE…

    ESQUECER (Verbo transitivo direto – Deixar sair da memória; perder da lembrança; deixar de lado; […]

  • julho, 2001. Contrações musculares

    Viajar é bom. De férias, melhor ainda. Voltar é melhor. Rever a casa, os lugares […]

  • junho, 2001. Turbulências

    Andar de avião, para muitos, é um martírio. Eu, há pouco tempo, achei uma forma […]

  • fevereiro, 2001. O efeito Capitu

    Quando Laços de Família começou, Adalberto achou-a uma novela inofensiva, chegando a indicar, numa de […]